Dona do seu Nariz 

Os textos, as crónicas, os pensamentos e os demais desvarios reunidos para uma leitura doce, leve, com uma boa dose de atrevimento e rasgos de insensatez. 


Lê, comenta, partilha. Deixa-me chegar àquele lugar onde tudo faz sentido - o teu coração.

 

Estamos sedentos de honestidade e honradez. Exaustos do circo judicial montado à porta da casa da democracia, do número do palhaço rico que ridiculariza o pobre, porque este continua a tropeçar nos seus sapatos disformes e a sorrir ingenuamente perante a vida.
Por estes dias, vemo-las passar velozes pelos corredores dos centros comerciais com manuscritos em punho, que incluem os meninos, os primos dos meninos, os netinhos, uma lembrança para a creche.

A autora

Patrícia Alves Fernandes

1977, cognome Dona do seu Nariz

O descaramento e a frontalidade do Norte fez-me Dona do meu Nariz. 

Marketer de profissão, cronista no jornal "Público" e "Observador", escrevo pela alegria das palavras e pelo fascínio das emoções que nos criam.


Ler mais

 

Fala comigo

Tens curiosidade sobre o meu trabalho ou sugestões para novos temas? Compartilha as tuas ideias.

Contacta-me